Resenha | A Arte de Correr na Chuva

Oi amigos! 
Acho que não precisamos mais daquela enrolação que é aquela introdução que eu fazia antes das resenhas, não é? É. A partir de hoje (ou melhor, do próximo post) sem mais dessas introduções chatas). Vamos deixar pra conversar durante a própria resenha...
"Seu carro vai para onde seus olhos estão."
Já deu pra ver que a capa é uma fofura, certo? Pois bem, o enredo é mais fofo ainda.
A Arte de Correr na chuva é um romance escrito por Garth Stein que fez bastante sucesso em 2008, ficando mais de 40 semanas no posto de mais vendido (informação que eu não sabia antes de ler o livro, e quando soube, entendi o porque do sucesso).
Enzo é um cachorro mais sábio que muitos seres humanos, e a história do livro é narrada por ele mesmo, um animal. Denny é o seu dono. Um ótimo piloto de corridas, principalmente em pistas molhadas (então o porque do nome do livro).
Conhecemos Enzo já nos seus últimos momentos de vida, fazendo uma retrospectiva de tudo o que aconteceu durante sua vida ao lado de Denny. O cãozinho que foi educado assistindo ao canal de televisão National Geographic, é um filósofo muito cativante. Ele nos conta todas as dificuldades que percebeu no ser humano, partindo da vida de seu dono. Denny que perdeu sua mulher, busca em uma batalha constante e aparentemente sem fim, a guarda de sua filha. E são momentos como aos de desespero de Denny, ao perder sua mulher e ao lutar pela filha, que vemos a cumplicidade de um cão.
Agora, preciso dizer que se você tem em mente que reencarnação é uma bobagem, provavelmente a parte do livro que trata desse assunto não vai ser do seu agrado. É que Enzo, depois de assistir a um documentário na televisão, percebe que um cachorro depois de saber de tudo sobre a raça humana, pode morrer e reencarnar como uma pessoa normal. E era isso que ele mais queria. Ele sabia que estava pronto!
O caráter de Denny é digno do amor de Enzo. Ele era um ótimo pai e amigo.
Eu amo tudo relacionado a animais e temo quando algo pode acontecer de ruim com eles, por isso tinha certeza que iria chorar lendo este livro. Dito e feito. Chorei mesmo, mas não por motivos tristes (ok, também) mas sim pelas suas últimas páginas em que pude entender que houve um final feliz para Enzo. 
Então, após a minha leitura fiquei refletindo sobre os sentimentos dos animais. Será que eles percebem o que acontece nas nossas vidas? Bom, se disserem que animais são irracionais, eu discuto, não concordo! Animais tem sentimentos sim! Pense em Enzo! Existindo ou não toda essa história de reencarnação de animais para seres humanos, o seu animal te entende e precisa muito do seu afeto.
Ainda fiquei muito decepcionada quando soube que era pra ter sido lançado um filme mas não havia diretor.
Enfim, se você gosta de animais, gosta de se emocionar ao ler um livro, assim como Marley & Eu, A Arte de Correr na Chuva é super indicado. 

10 comentários:

  1. OI..A capa é bem fofinha mesmo! Histórias de animais assim sempre são bonitas..

    Beijos :D
    http://ensaiosdeumaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Legal, vou adicionar na minha lista de futuros livros para ler...
    Muito obrigada por passar no DSM, que Deus lhe abençoe!!!

    Mil Sweetkisses ♥
    www.docesonhodemenina.com.br

    ResponderExcluir
  3. Historias de animais... É uma coisa que eu gosto e mesmo assim não gosto. Sei lá, ás vezes fujo de coisas narradas por cachorros, mas esse livro parece ser bem legal!

    Ah, primeira visita aqui e já estou seguindo o blogger ^-^

    Bjs
    http://emporiodastentativas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oie,

    Adorei a dica e a resenha. Eu não conhecia o livro, mas parece ser mto fofinho :)

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Parceira!
    Desculpe a demora.Eu tenho um fraco com estórias de animais,já sou manteiga derretida ao natural,mas com esses bichinhos não tenho vez.Vi o filme e li o livro de Marley e Eu e me acabei chorando,tanto que evito o filme até hoje pois sei qual será o resultada,hahaha.Da mesma forma foi com Sempre ao seu lado.Adorei a resenha Tainara,leria com certeza,amo esses bichinhos.
    Bjos Fabi
    http://roubando-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi
    eu amooooo animais, e adoro histórias de cachorro.
    Adorei a sua resenha, esse livro já está na minha wishlist
    Eu vi e li Marley e eu, sou tão manteiga derretida, que chorei muito!

    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

    bjos

    ResponderExcluir
  7. Heey ta sabendo da novidade ? ta rolando um sorteio em meu blog ;D não deixe de concorrer a um lindo "casaco college"

    - Visite meu Blog: http://gah-principe-hype.blogspot.com/ veja as novidades bjs

    ResponderExcluir
  8. Muito linda a sua resenha!
    Ainda não conhecia esse livro e gostei do tema ;)
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  9. Ei Crazycat!
    Me responde uma dúvida: esse livro é parecido com Marley & Eu?
    De qualquer forma, não me interessei pela sinopse!!! Rsrs
    Livros que parecem ser filmes da Disney em letras realmente não me agradam!
    Bjos!!
    http://www.jovemtolofeliz.com

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pela resenha, adorei a capa e a proposta desse livro. Gosto de me emocionar! rs'

    Beijos,
    Felipe
    http://ahoradolivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© Cultura e Donuts - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Tainara Rodrigues de Figueiredo.
Tecnologia do Blogger.